Chesf conclui ampliação de SE no sertão pernambucano

Companhia investiu R$ 11 milhões na aquisição de dois Transformadores de 100 MVA para evitar sobrecargas na rede, além de outros reforços de infraestrutura geral, dando suporte ao crescimento de carga da região e ao Projeto de Integração do Rio São Francisco

Através de um aporte de recursos de R$ 11 milhões, a Chesf concluiu a implantação de reforços na subestação Bom Nome (PE), que integra a Rede Básica do Sistema Interligado Nacional. A iniciativa irá garantir suporte ao crescimento da carga da região e ao suprimento dos eixos Norte e Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as bacias do Nordeste Setentrional.

Autorizada pela Aneel, a obra visa aumentar a capacidade do empreendimento, de modo a evitar sobrecarga nos transformadores remanescentes, no caso de contingência de um dos equipamentos existentes. Os reforços compreenderam dois Transformadores de 100 MVA – 230/69 kV e suas conexões, além da adequação de módulo de infraestrutura geral com a substituição dos barramentos de 69 kV e 230 kV.

Segundo a companhia, a ampliação do sistema foi realizada com a subestação energizada, sendo necessárias várias etapas e diversas ações de planejamento, gestão de riscos e execução de programações, que envolveram as Diretorias de Engenharia e Construção e de Operação. Os trabalhos transcorreram sem registro de incidentes e sem afetar o atendimento aos consumidores.

Foi informado ainda que a conclusão dos reforços na SE Bom Nome irá representar um acréscimo de aproximadamente R$ 2,1 milhões de Receita Anual Permitida ao caixa da Chesf, somados a mais de R$ 13 milhões de RAP gerada a partir de mais de R$ 83 milhões em investimentos realizados apenas em 2018, nos estados do Nordeste.