ONS: carga ficou até 10,7 mil MW menor durante jogo do Brasil

Ao término do evento houve uma rampa com elevação de 7.956 MW em 25 minutos e há pouco estava em 67 mil MW

A operação do Sistema Interligado Nacional durante a partida de futebol entre as seleções do Brasil e do México ocorreu sem problemas. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico, nas horas que antecederam o jogo a carga encontrava-se em 1.950 MW abaixo do normal para o horário em uma segunda-feira. E antes do inicio da disputa foi observada uma redução de 4.811 MW em 30 minutos com mais 2.505 MW a menos em 28 minutos.

Com isso, relatou o ONS em seu boletim da copa, a média da carga nacional durante o primeiro tempo foi de 9.359 MW inferior a uma segunda-feira normal. Como é tradicional no comportamento do consumo em dias de jogos de futebol da seleção brasileira, durante o intervalo houve um aumento da demanda e depois durante o segundo tempo a média de carga ficou em 10.740 MW menos do que um dia comum.

Com o término do evento houve uma rampa de carga com elevação de 7.956 MW em 25 minutos. Há pouco a carga estava na casa de 67 mil MW, o maior volume demandado nesta segunda-feira, até o momento.