Consumo de energia elétrica recua 0,4% em junho, aponta EPE

Setor industrial e greve dos caminhoneiros contribuíram negativamente para o desempenho elétrico do mês

O consumo de energia elétrica na rede totalizou 37.791 GWh em junho, volume 0,4% inferior ao do mesmo mês de 2017. Segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), as regiões Norte (-10,4%) e Centro-Oeste (-1,3%) puxaram este resultado, em função da queda da atividade de um grande consumidor industrial no Pará em função de restrições ambientais e da greve dos caminhoneiros nas duas últimas semanas de maio. As demais regiões também não apresentaram avanços significativos no consumo, com 0,3% no Nordeste, 0,8% no Sudeste e 0,5% no Sul.

Também contribuiu para a redução o desempenho da classe industrial (-3,2%). De acordo com Thiago Toneli Chagas, analista de pesquisa energética, essa foi a primeira queda no consumo industrial desde maio de 2017.O consumo da classe comercial cresceu apenas 0,4% em junho, a classe residencial avançou 1,5% no mês. O mercado cativo das distribuidoras apresentou retração de 2,4% em junho e recuo de 2,7% em 12 meses. Já o consumo livre aumentou 4,1% no mês e 12,1% em 12 meses

No acumulado do ano, o crescimento do consumo de energia elétrica atingiu em maio a taxa de +1,5%, enquanto que em 12 meses, a expansão foi de 1,4%. O mercado cativo das distribuidoras apresentou aumento de 1,2% em maio e queda de 3,2% em 12 meses, o consumo livre aumentou 6,5% no mês e 12,5% em 12 meses. O número de unidades consumidoras de eletricidade cresceu 1,8% em maio, em relação a esse mês de 2017.