MCP: Santo Antônio não deposita garantias para liquidação de agosto

Empresa deveria ter depositado cerca de R$ 75 milhões até a última segunda-feira, 24 de setembro, mas ainda espera obter os recursos com a AGE da próxima sexta-feira

A Santo Antônio Energia não aportou as garantias financeiras solicitadas pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica para a contabilização do mercado de curto prazo referente ao mês de agosto de 2018. A empresa informou que deveria depositar R$ 74,7 milhões até a última segunda-feira, 24 de setembro. Contudo, não conseguiu obter os recursos junto a instituições financeiras, nem em seu caixa por conta do agravamento do GSF e do PLD.
Entretanto, relatou a companhia em comunicado, que obteve uma Medida Cautelar junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª. Região, “afastando todos os ônus e demais efeitos gravosos e/ou sancionatórios da imputação de inadimplência em relação às suas obrigações perante à CCEE”.
Apesar da decisão favorável, ressaltou que, com vistas a poder honrar o débito junto à CCEE na data da liquidação financeira, prevista para o dia 09 de outubro de 2018, no montante de R$ 68,3 milhões, tem em curso prazo até 1º de outubro para receber um aporte de capital relativo a uma Assembleia Geral Extraordinária que será realizada na próxima sexta-feira, 28 de agosto, bem como convocada nova AGE da Madeira Energia S.A. (MESA) para o dia 03 de outubro, cujo montante, além de suportar a liquidação da CCEE, contribuirá para o cumprimento dos demais compromissos de curto prazo da companhia.