Equatorial conclui aquisição da Cepisa

Empresa fez aporte de R$ 720 milhões na distribuidora do Piauí

A Equatorial Energia divulgou nesta quarta-feira, 17 de outubro, que concluiu a aquisição da Cepisa (PI), distribuidora da Eletrobras privatizada. A empresa assumiu 89,94% do capital social total da distribuidora piauiense, além de ter realizado aporte de R$ 720,915 milhões na companhia conforme previsto no edital do leilão. A assinatura do contrato de concessão ocorrerá na quinta-feira, 18, em cerimônia a ser realizada no Ministério de Minas e Energia.

A Equatorial informou que todas as condicionantes previstas no edital do leilão realizado em 26 de julho foram atendidas, como aprovação do Cade e da Aneel. Além da aprovação pela assembleia geral extraordinária da Cepisa do aumento de capital. A Equatorial pagou ainda o preço de aquisição das ações de emissão da Cepisa à Eletrobras e a remuneração devida à B3.

Agora, a Equatorial poderá ainda adquirir eventuais sobras das 74.790.616 ações ordinárias e 3.582.784 ações preferenciais da Cepisa, representativas de 10,06% do capital social, que serão ofertadas aos empregados e aposentados da distribuidora. Além disso, a Eletrobras tem a partir de hoje seis meses para decidir se realiza um aumento de capital na distribuidora para aumentar sua participação acionária em até 30% do capital social total da Cepisa.

A notícia da conclusão do negócio chega um dia depois da rejeição pelo plenário do Senado, do projeto de lei para viabilizar a venda das distribuidoras da Eletrobras. Das empresas, apenas Amazonas Distribuidora e Ceal (AL) ainda não foram vendidas. A distribuidora do Amazonas tem leilão marcado para o próximo dia 25. A empresa de Alagoas depende da queda de liminar na disputa entre União e o governo estadual. A Eletrobras informou, em comunicado, apenas que está analisando os efeitos da rejeição para o Plano de Negócios da companhia.