Taesa e Cteep conseguem LP para dois empreendimentos

LTs Paraguaçu e Aimorés foram arrematadas em leilão de 2016 e juntas vão demandar mais de R$ 800 milhões em investimentos

A Taesa e a Cteep conseguiram na última segunda-feira, 22 de outubro, a licença prévia do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis para as instalações das transmissoras Interligação Elétrica Paraguaçu e Interligação Elétrica Aimorés S.A. A obtenção da LP permite a contratação do financiamento.

Em comunicado enviado ao mercado, a Taesa diz que os dois empreendimentos são os lotes 3 e 4 do leilão de linhas de transmissão realizado em outubro de 2016, em que ela formou parceria com a Cteep, com cada uma tendo 50% de participação. Paraguaçu fica localizada entre os estados de Minas Gerais e Bahia, tem 338 quilômetros de extensão, vai demandar investimentos de R$ 510 milhões e vai proporcionar uma receita anual de R$ 113,2 milhões no ciclo 2018-2019. Já Aimorés fica em Minas Gerais, tem 208 quilômetros de linha, investimentos de R$ 341 milhões e uma RAP de R$ 75,8 milhões no ciclo 2018-2019. O prazo de energização previsto pelo órgão regulador é fevereiro de 2022.