Cteep promete proventos ‘agressivos’ e se prepara para leilão

Companhia tem R$ 1,6 bilhão em caixa e já recebeu esse ano R$ 1,24 bilhão em indenizações da RBSE

O diretor presidente da transmissora Isa Cteep, Reynaldo Passanezi Filho, disse que a empresa está se preparando para participar do próximo leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), programado para 20 de dezembro, onde serão ofertados projetos que somam R$ 13,5 bilhões em novos investimentos.

O executivo também confirmou nesta terça-feira, 30 de outubro, que a companhia vai manter o compromisso de distribuir proventos mínimos de 75% do lucro regulatório, na forma de juros sobre capital próprio (JCP) e disse que está trabalhando para antecipar o pagamento referente à 2018.

Para que isso ocorra, porém, os covenants da Cteep precisam estar dentro da relação 3xEbitda, indicador que representa a relação do endividamento com a geração de caixa operacional antes de juros, amortizações, depreciações e impostos.

“A gente tem uma situação de geração de caixa confortável, que nos permite uma prática de proventos agressivos e ao mesmo tempo ter um crescimento sustentável”, disse Pazzanezi. “Estamos trabalhando para antecipar o JCP para 2018 e a gente está muito longe de 3xEbitda”, completou o executivo, que falou em teleconferência com analistas de mercado para apresentar os resultados do terceiro trimestre.

No acumulado de janeiro a setembro, a receita da Cteep registrou uma variação positiva de 92% quando comparado com o mesmo período de 2017, somando R$ 2,07 bilhões. Desse total, R$ 1,24 bilhão corresponde ao recebimento da indenização pela Rede Básica do Sistema Elétrico Existente (RBSE). Considerando o mesmo período de comparação, o Ebtida da companhia saltou de R$ 891 milhões para R$ 1,88 bilhão, crescimento de 111%, margem ajustada de 91%.

Como a Isa Cteep voltou a participar dos leilões de transmissão, a empresa viu seu endividamento passar de R$ 1,8 bilhão (30/09/17) para R$ 2,99 bilhões (30/09/18).  Do total de dívidas, R$ 2,69 bilhões estão alocados no longo prazo (vencimento superior a 12 meses). A dívida líquida é de R$ 1,38 bilhão. O custo médio da dívida está em 8,3% a.a. A companhia tem R$ 1,6 bilhão em caixa.

A ISA Cteep está trabalhando na execução de dez novos empreendimentos arrematados em leilões, que representam o compromisso de investimento de aproximadamente R$ 2,9 bilhões no sistema elétrico nacional e expansão de 30% da Receita Anual Permitira atual (“ex- RBSE”). No período a Companhia assinou contratos de concessão dos lotes arrematados em junho, no Leilão de Transmissão 02/2018 da Aneel. Adicionalmente, no mês de setembro, iniciou-se a construção dos projetos das subsidiárias IE Tibagi e IE Itaúnas.

“O resultado do trimestre reafirma a presença ativa da ISA CTEEP no segmento e mostra que a empresa tem realizado investimentos importantes para a ampliação da infraestrutura do País, criando também valor para os acionistas”, ressalta Rinaldo Pecchio, diretor financeiro e de relações com investidores da ISA Cteep.

Em junho deste ano, a Cteep pagou aos acionistas R$ 760,3 milhões em dividendos, valor equivalente a R$ 4,61578 por ação de ambas as espécies.