Lucro líquido ajustado da Equatorial fica em R$ 262 milhões no terceiro trimestre

Receita líquida sobe 12,5% e chega em R$ 2,72 bilhões

A Equatorial Energia terminou o terceiro trimestre de 2018 com lucro líquido ajustado e R$ 262 milhões, subindo 3,9% na comparação com o mesmo período de 2017. A receita operacional líquida chegou a R$ 2,72 bilhões, 12,5% maior que os R$ 2,42 bilhões do terceiro trimestre do ano passado. Já o Ebitda ajustado da empresa subiu 14,6%, ficando em 576 milhões. Os investimentos da empresa que controla a Cemar, Celpa e acabou de comprar a Cepisa foram de R$ 506 milhões, subindo expressivos 74,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

Em nove meses, o lucro líquido ajustado ficou em R$ 501 milhões, crescendo 10,6%. A receita operacional líquida de R$ 7,47 bilhões registrou crescimento de 17,7%. O Ebitda ajustado em nove meses é de R$ 1,85 bilhão e os investimentos da empresa no ano ficaram em R$ 1,29 bilhão.

De acordo com a empresa, o volume total de energia distribuída atingiu 3.812 GWh, com recuo de 0,1% no mercado da Cemar e de 3,1% na Celpa, em relação aos volumes do terceiro trimestre de 2017. Na Cemar, as perdas fecharam o terceiro trimestre em 16,4% da energia injetada, aumento de 0,2 ponto percentual em relação ao segundo trimestre. Na Celpa, as perdas totais encerraram o último trimestre em 27,5% da energia injetada.

Os investimentos da Cemar somaram R$ 75 milhões no período, caindo 6% em relação ao terceiro período do ano passado. Na Celpa, eles totalizaram R$ 135 milhões no mesmo período, um aumento de 1,4% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.