Carga de energia deve crescer 3,6% em 2019

Para 2018, o crescimento deve ficar em 1,4%, ficando 0,2 p.p. abaixo da expectativa anterior

A carga de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional deve aumentar 3,6% em 2019, para 68.897 MW médios, segundo projeção oficial divulgada nesta sexta-feira, 30 de novembro. Para os próximos cinco anos, a previsão é de um aumento de 3,7% ao ano, atingindo 79.944 MW médios em 2023.

Os dados são da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, do Operador Nacional do Setor Elétrico e da Empresa de Pesquisa Energética, e se referem à Previsão de carga para o Planejamento Anual da Operação Energética – Ciclo 2019 (2019-2023).

O documento indica uma variação da carga 0,1 p.p. inferior à última revisão quadrimestral da carga para 2019, divulgada em agosto, o que representa uma diminuição de 211 MW médios. Para 2018, o crescimento deve ficar em 1,4%, ficando 0,2 p.p. (- 136 MW médios) abaixo da expectativa anterior. Para o período 2019-2023, prevê-se um crescimento médio anual da carga de 2.687 MW médios.

A economia brasileira mostra sinais de uma retomada gradual, no entanto, diante dos resultados divulgados, o ritmo desta recuperação está abaixo do esperado. Tal fato induziu as revisões das instituições econômicas e financeiras para as projeções de crescimento do PIB para o ano de 2018.