CPFL Energia anuncia incorporação da RGE pela RGE Sul

Agrupamento das duas distribuidoras do Grupo no Rio Grande do Sul foi autorizado pela Aneel

O grupo CPFL Energia anunciou ao mercado no último dia 31 de dezembro o agrupamento das suas duas distribuidoras de energia no Rio Grande do Sul, que atendem a 65% de todo o território do estado – 381 municípios, quase 3 milhões de clientes e mais de 7 milhões de pessoas. A RGE Sul vai incorporar as operações da RGE, conforme autorização concedida pela Agência Nacional de Energia Elétrica há um mês. O nome fantasia da empresa que resultará do processo de incorporação, porém, é RGE.

Com a incorporação, a RGE deixa de existir como concessão e o capital social da RGE Sul passará de pouco menos de R$ 1,5 bilhão para R$ 2,78 bilhões. O objetivo com a medida, segundo o Grupo, é “racionalizar a atual estrutura societária dos ativos da CPFL Energia”, possibilitando, a partir deste ano, “a otimização de custos administrativos e operacionais, com economias de escala e sinergia”. A sede da nova RGE fica em São Leopoldo, cidade onde fica o Centro de Operações Integrado da empresa.