UHE Monte Claro vai vender créditos de carbono

Objetivo é vender mais de 21 mil CERs vindos da usina. Mercado foi criado após Protocolo de Quioto

A Companhia Energética Rio das Antas, responsável pelo complexo formado pelas hidrelétricas Monte Claro, Castro Alves e 14 de julho, no Rio Grande do Sul, foi incluída recentemente na plataforma de venda de créditos de carbono da Organização das Nações Unidas, a Go Climate Neutral Now. O objetivo da iniciativa é comercializar o montante de 21.145 CERs provenientes da UHE Monte Claro, que fica entre os municípios de Bento Gonçalves (RS) e Veranópolis (RS). A Ceran tem como acionistas a CPFL Energia, a CEEE-GT e a Statkraft Energias Renováveis S.A.

Cada CER, que equivale a 1 tonelada de CO2 evitada, é comercializado ao preço de US$ 1 a unidade. Com a compra do crédito de carbono, a pessoa física, jurídica ou qualquer outro tipo de organização consegue compensar as suas emissões de gases de efeito estufa. A comercialização dos CERs é importante para associar um valor financeiro à emissão de poluentes, orientando, assim, o esforço de diversos agentes para reorientar seus processos produtivos. Esse mercado foi estabelecido em 1997, com a assinatura do Protocolo de Quioto, que estabeleceu metas de redução de emissões de dióxido de carbono para os países desenvolvidos.

A compra dos créditos e a leitura das informações técnicas do projeto da hidrelétrica Monte Claro, pode ser realizada diretamente no Portal da ONU através do endereço https://offset.climateneutralnow.org/ceran-s-monte-claro-run-of-river-hydropower-plant-cdm-project-activity-773-