Cade autoriza compra de quatro transmissoras do grupo J&F pela Taesa

Operação abarca SPEs detidas pela Âmbar, empresa do grupo de investimentos, pelo fundo de investimentos Milão

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica – Cade autorizou a compra, por parte da Taesa, de quatro ativos de transmissão detidos pela Âmbar e pelo FIP Milão. Pelo desenho da operação, a Taesa irá controlar integralmente as SPEs São Pedro Transmissora de Energia e São João Transmissora de Energia, além de 51% das ações das SPEs Triângulo Mineiro Transmissora e Vale do São Bartolomeu Transmissora de Energia. No caso dessas duas últimas, parte minoritária de seus capitais sociais pertencem a Furnas e Celg GT.

Empresa de energia do grupo J&F Investimentos, a Âmbar detém 99% das cotas do FIP Milão, constituído como fundo de investimento em participações. A Taesa detém 9.868 km de linhas de transmissão em operação e outros 2.267 km em construção, além de 70 subestações. Segundo a empresa, a compra dos ativos “se insere na sua estratégia de crescimento no setor de transmissão de energia na América Latina”. A operação foi autorizada pelo Cade em despacho publicado nesta segunda-feira (14) no Diário Oficial da União.