Temporal deixa 190 mil UCs sem energia na Grande Florianópolis

Desligamento de SE e LTs cortaram 151 MW de energia do SIN na sexta-feira (01). Fortes ventos causaram danos à rede de distribuição, com queda de árvores e placas de sinalização. No sábado ainda haviam pontos sem luz na região

Uma forte tempestade com ventos que chegaram a 124km/h passou pela Grande Florianópolis (SC) na noite da última sexta-feira, 1º de fevereiro, causando estragos em bairros de São José, Palhoça e Santo Amaro da Imperatriz, além da região central de Florianópolis, com destaque para o Morro da Cruz, onde houve queda de árvores de grande porte.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico, através do seu Informativo Preliminar Diário da Operação do referido dia, às 19:44 horas ocorreu o desligamento automático da subestação Florianópolis, da Eletrosul, além das linhas de transmissão Palhoça/Florianópolis C1 e C2, Florianópolis/Biguaçu C1 e C2, Palhoça/Ilha Centro e Palhoça/Trindade, todas em Santa Catarina. Como consequência, o Operador reportou a interrupção de 151 MW de carga da Celesc suprida a partir da SE Florianópolis, deixando sem luz cerca de 190 mil unidades consumidoras na Grande Florianópolis.

De acordo com a Celesc, as condições adversas causaram defeito na rede da Eletrosul, provocando o desligamento temporário, por cerca de 20 minutos, em três subestações, além de abertura de dezenas de alimentadores de energia em diversos bairros da capital e da área continental, especialmente pelo lançamento de placas de publicidade, lonas e vegetação sobre a fiação da concessionária.

Equipes de eletricistas foram imediatamente deslocadas para atender a todas as ocorrências, respeitando critérios de prioridade, como situações de risco à vida, serviços de saúde e emergências. Na BR-101, uma placa de sinalização caiu sobre a pista e a rede elétrica, bloqueando os dois lados da via e dificultando o acesso dos profissionais a vários pontos do sistema elétrico.

Às 19:58 horas o ONS identificou o início do restabelecimento das cargas interrompidas, sendo que às 22:00 horas a maior parte já havia sido restabelecida. No entanto algumas regiões ainda permaneceram sem energia, por conta de danos causados na rede de distribuição. Às 9h30 do sábado, cerca de 19 mil unidades consumidoras seguiam sem energia elétrica nos municípios de Águas Mornas e Santo Amaro da Imperatriz, além de diversos pontos isolados com situações específicas.

Durante a noite, os colaboradores tiveram dificuldades para restabelecer a energia ao Hospital Regional de São José, em função de o acidente na BR-101 ter atingido os dois alimentadores que atendem o local. A instituição de saúde precisou operar com o gerador próprio de energia até o início da manhã, quando os técnicos puderam começar a restabelecer a eletricidade com segurança, além de solucionar outro problema em ramal. A energia foi normalizada às 9:20 horas.

Para Adriano Luz, chefe da Agência Regional de Florianópolis, as unidades consumidoras que permaneciam sem energia estavam entre as ocorrências pontuais a serem atendidas individualmente. “O trabalho é inspecionar cada situação, temos muitos chamados abertos e as ocorrências estão espalhadas, exigindo um trabalho bastante minucioso”, comentou Adriano, afirmando que os trabalhos para restabelecimento de todos os pontos da rede continuariam no domingo.