Eólica lidera expansão em janeiro, aponta Aneel

Fonte teve acréscimo de 133,7 MW e a solar foi responsável pelo incremento da matriz elétrica em 103 MW

Dados preliminares da Agência Nacional de Energia Elétrica sobre o acompanhamento da expansão da geração apontam que o país acumulou no mês de janeiro 239,7 MW em capacidade instalada nova. Desse volume a maior parte teve origem na fonte eólica com 133,7 MW adicionados, em seguida veio a fonte solar com 103 MW. Os 3 MW restantes são originados em PCH.
A estimativa da Aneel é de que este ano o país veja o acréscimo da matriz elétrica em mais 4.664,82 MW. Nível de expansão anual menor que este foi verificado pela última vez em 2012, de acordo com a série histórica que começa em 1998. Os dados compilados pela agência reguladora vão até o dia 15 de janeiro.