Energia segue com variação negativa no IPCA de janeiro

Resultado de -0,13% é menos intenso na comparação com mês anterior, quando índice chegou a -1,96%

O item energia elétrica apresentou queda de 0,13% no levantamento de janeiro do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado nesta sexta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A variação negativa, no entanto, é menos intensa em relação ao mês anterior, quando o segmento registrou -1,96%.

O IPCA de janeiro foi de 0,32%, ficando acima dos 0,15% aferidos em dezembro e superior também ao mesmo mês do ano passado, quando o índice chegou a 0,29%. Já o acumulado nos últimos 12 meses ficou em 3,78%, pouco acima dos 3,75% registrados nos 12 meses anteriores.

As regiões pesquisadas apresentaram variação da tarifa de energia elétrica entre os -8,24% do município de Rio Branco (AC) e 3,92% na região metropolitana de Fortaleza (CE). Sobre Rio Branco, a publicação informou que, apesar do reajuste médio de 21,29% nas tarifas da cidade a partir de 13 de dezembro de 2018, houve redução de impostos no período de referência do levantamento. Adicionalmente, o reajuste foi suspenso pela Justiça em janeiro e só voltou a vigorar no último dia 29.

O IBGE também ressaltou que permanece em vigor desde o início de dezembro a bandeira tarifária verde, em que não há cobrança adicional por quilowatt-hora consumido.