LT e subestação no Mato Grosso são integradas ao SIN

Inserção dos empreendimentos à rede irá possibilitar novos testes na UHE Colider, que vem adiando o início de sua operação desde janeiro

Visando num primeiro momento possibilitar os testes nas turbinas da hidrelétrica Colider (MT/PA, 300 MW), a linha de transmissão Cláudia/Colider, em 500 Kv e de propriedade da Copel, e a subestação Colider, de posse da Energia Mato Grosso, foram integradas à operação do SIN, precisamente às 16 horas da última quarta-feira 13 de fevereiro, segundo informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico no Informativo Preliminar Diário da Operação (IPDO) do referido dia.

Segundo o reporte do ONS, os empreendimentos permanecerão energizados com carga para possibilitar os testes das unidades geradoras da UHE Colider, que vem adiando o início de sua operação desde janeiro por conta de uma ocorrência que obrigou a interrupção dos testes para uma inspeção em uma das turbinas da usina. Num segundo momento, a inserção da LT e da SE ao sistema permitirá o escoamento da geração da hidrelétrica.