Energisa vai destinar R$ 471 milhões em investimentos para Ceron em 2019

Grupo ter investimetnos totais de R$ 2,7 bilhões esse ano, 39% a mais que em 2018

A Ceron (RO) deverá receber cerca de R$ 471 milhões em investimentos em 2019. em teleconferência realizada na última quarta-feira, 20 de março, a empresa anunciou que vai investir um total de 2,7 bilhões, valor 39% superior ao dispendido em 2018. A distribuidora de Rondônia, adquirida da Eletrobras no ano passado, será a segunda do grupo que mais vai receber recursos, da ordem de R$ 471 milhões. A Energisa Mato Grosso vai receber a maior fatia, de R$ 605 milhões. A Energisa Tocantins vai receber R$ 273 milhões e a Energisa Mato Grosso do Sul, R$ 258 milhões em investimentos este ano.

A Eletroacre (AC), a outra concessionária adquirida da Eletrobras no ano passado, vai receber investimentos de R$ 228 milhões. Dos R$ 471 milhões que a Ceron vai receber, R$ 225 milhões são por obrigações especiais. Os ativos elétricos serão responsáveis por R$ 195 milhões e os ativos não elétricos vão ficar com R$ 51 milhões. Já na Eletroacre (AC), dos R$ 228 milhões, as obrigações especiais vão receber R$ 40 milhões, os ativos elétricos R$ R$ 182 milhões e os não elétricos R$ 149 milhões. No total, as distribuidoras do grupo vão receber R$ 2,38 bilhões em investimentos este ano.

Na área de transmissão, e energia vai destinar R$ 320 milhões em investimentos. Na teleconferência, o presidente da Energisa, Ricardo Botelho, revelou que ao longo do ano a integração de Ceron e Eletroacre vai continuar, de maneira que elas cheguem no padrão das demais do grupo nos próximos anos. Ele disse ainda que a empresa continuaria avaliando  oportunidades na transmissão e na geração.