Santo Antônio encerra 2018 com prejuízo de R$ 1,7 bi

Indicador é 56,7% acima do reportado pela geradora 12 meses antes

A Santo Antônio Energia, concessionária responsável pela UHE Santo Antônio (RO, 3.568 MW) encerrou o ano de 2018 com um prejuízo de R$ 1,7 bilhão, aumento de 56,7% frente às perdas de pouco mais de R$ 1 bilhão no ano de 2017. O resultado, explicou a companhia, foi impactado principalmente pela redução do ebitda, aumento da despesa financeira e reversão do IR diferido em razão da queda da liminar do FID II. No ano de 2018, o ebitda totalizou R$ 1 bilhão, uma redução de 11% em relação ao exercício de 2017,
A receita operacional líquida no ano passado alcançou R$ 3 bilhões, representando um incremento de 1,2% em relação a receita operacional de 2017. Essa elevação, explicou, deu-se em razão da atualização monetária dos contratos e descontratações de energia.
Os investimentos realizados em 2018 somaram R$ 158 milhões, montante superior aos investimentos ocorridos no exercício de 2017, que totalizaram R$ 105 milhões. Esse incremento se deve principalmente ao cumprimento de obrigações fundiárias e socioambientais junto à ANA e ao Ibama.
A dívida líquida da empresa ao final de 2018 era de R$ 14,9 bilhões, queda de 0,8% ante o reportado um ano antes. Por ser um projeto financiado via Project Finance o indicador de serviço de cobertura da dívida é o parâmetro a ser utilizado e deve ficar acima de 1,2x, ao final de 2018 estava em 0,66 vez. Já o indicador de dívida líquida sobre o patrimônio líquido está levemente acima do limite de 3,5x, em 3,55x.