“Follow on” da Eneva vai movimentar pouco mais de R$ 1,1 bilhão

Bookbuilding estabeleceu preço de R$ 18,25 por papel. Negociação na B3 vai começar na próxima segunda-feira (8)

A oferta pública secundária de ações (ou “follow on“, no jargão financeiro) que será feita pela Eneva vai movimentar pouco mais de R$ 1,1 bilhão, informou a companhia de geração à gás natural nesta sexta-feira (5) por meio de fato relevante divulgado ao mercado. O montante total foi definido após a conclusão do processo preparatório de bookbuilding, que estabeleceu o preço unitário dos papéis em R$ 18,25. O início de negociação das ações na bolsa B3 está marcada para a próxima segunda-feira, 8 de abril, enquanto a liquidação da oferta ocorrerá dois dias depois (10).

As ações colocadas na negociação são de titularidade das instituições financeiras Itaú Unibanco, Uniper Holding GmbH, Banco Pine, Dommo Austria GmbH e Banco BTG Pactual. Segundo o comunicado, tanto Itaú Unibanco e quanto BTG Pactual definiram que a quantidade inicial de 60.646.269 ações ordinárias ofertadas na operação foi acrescida em 21,4% – ou seja, em 10.671.663 ações ordinárias emitidas pela geradora e de titularidade das duas instituições. Com isso, serão colocadas para negociação na bolsa brasileira um total de 71.317.932 ações ordinárias da Eneva.

A empresa informou ainda que a colocação desse acréscimo de 10.671.663 ações detidas por Itaú Unibanco e BTG Pactual está condicionada às mesmas condições e ao mesmo preço dos papeis que já seriam inicialmente transacionados. A oferta restrita será realizada em mercado de balcão brasileiro não organizado, sob a coordenação do Itaú BBA, do Citigroup, do BTG Pactual e do Santander. Participam ainda da colocação das ações no exterior os bancos Itau BBA USA Securities, Citigroup Global Markets, BTG Pactual US Capital LLC e Santander Investment Securities.