EDP conquista prêmio de melhor empresa da América Latina em RS

Levantamento com mais de 7 mil companhias selecionou as melhores atuações segundo práticas ambientais, sociais e de governança corporativa

A EDP foi reconhecida como a melhor empresa da América Latina no quesito Responsabilidade Social Latin Trade Index Americas Sustainability Award, prêmio desenvolvido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em parceria com a Latin Trade, revista de negócios presente há mais de 25 anos na região. Além da EDP, Grupo Argos, PepsiCo Latam, Citigroup, Latam e Mexichem foram premiadas nas categorias Meio-Ambiente, Governança Corporativa, Desenvolvimento e Multilatinas, respectivamente.

As vencedoras foram escolhidas entre mais de 7 mil empresas após uma triagem realizada com base em aproximadamente 400 parâmetros usados para calcular métricas de Meio Ambiente, Responsabilidade Social e Governança. Em seguida, as companhias receberam notas em 178 critérios comparativos. A cerimônia de premiação aconteceu na última quinta-feira (11), em Washington, nos Estados Unidos.

Para Eduardo Masson, diretor de finanças da EDP, o reconhecimento é motivo de orgulho para a empresa. “Este é um exemplo do equilíbrio que procuramos alcançar para obter uma melhor interação com os nossos públicos de interesse”, destacou. Segundo o levantamento que resultou na premiação, as ações das companhias selecionadas contribuíram de diversas formas para o desenvolvimento da América Latina. A EDP, por exemplo, através das iniciativas sociais do Instituto EDP, que completou 10 anos em 2018, alcançou o marco de 3 milhões de pessoas beneficiadas e R$ 100 milhões investidos em mais de 300 projetos com foco em cultura e educação.

Algumas das iniciativas de maior destaque na área são o patrocínio máster à reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, destruído por um incêndio em 2015, e, mais recentemente, o anúncio do patrocínio à recuperação do Museu do Ipiranga, fechado desde 2013. Além disso, a concessionária é reconhecida por seu programa EDP nas Escolas, que, em conjunto com secretarias municipais de educação, promove ações que engajam professores e alunos em iniciativas de estímulo à melhoria da qualidade da vida estudantil, além do fornecimento de kits escolares aos estudantes. A ação incentiva, capacita e premia o potencial criativo de crianças e adolescentes nos estados do Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Luís Carlos Gouveia, diretor do Instituto EDP, organização responsável pelos investimentos sócio-culturais da companhia, enxerga na premiação a valorização de um modelo que combina governança corporativa, causas inspiradoras e ações que promovem o desenvolvimento social e cultural de comunidades localizadas nas áreas de concessão da empresa.

Em 2018, a EDP conquistou pela quinta vez o Troféu Transparência, prêmio concedido pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) às organizações com as melhores práticas contábeis.  A empresa ainda foi apontada pelo Guia Exame de Sustentabilidade como Melhor Empresa do Brasil em Relação com a Comunidade por iniciativas como a instalação de usinas solares em comunidades indígenas e ribeirinhas e os projetos sociais desenvolvidos pelo Instituto EDP em frentes ligadas à educação, ao desenvolvimento local e geração de renda.