Desembolsos para energia do BNDES somam R$ 2,6 bilhões no trimestre

Acumulado de desembolso em 12 meses está em R$ 16,8 bilhões

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social desembolsou R$ 2,6 bilhões para a área de energia no primeiro trimestre desse ano. Houve amento de 61% na comparação com o mesmo período do ano anterior. De um total de R$ 14,4 bilhões desembolsados pelo banco no período, a área foi responsável por 18,5%, liderando em infraestrutura – onde energia está alocada – que teve R$ 6,9 bilhões em desembolso. Nos últimos 12 meses, as liberações chegaram a R$ 16,8 bilhões. O desembolso para agropecuária foi de R$ 3,5 bilhões e o para a indústria, de R$ 2,5 bilhões.

Nas consultas, do total de R$ 8,364 bilhões, R$ 214 milhões ou 2,6% milhões foram para projetos de energia. No acumulado de 12 meses, as consultas para energia somam R$ 15,4 bilhões. A área de infraestrutura realizou R$ 1,91 bilhão em consultas. O BNDES teve outros R$ 4 bilhões em consultas para agropecuária e R$ 1 bilhão para a indústria.

As aprovações para projetos de energia ficaram em R$ 1,36 bilhão no trimestre, 13,8% do total aprovado pelo banco no período. No acumulado de 12 meses, o valor de aprovações do banco para energia chega a  R$ 22,4 bilhões. Para infraestrutura, foram liberados R$ 3,1 bilhões e para agricultura, R$ 4 bilhões.