Alupar irá avaliar participação nos leilões deste ano

Companhia quer saber qual o nível de agressividade dos certames para definir sua atuação

A Alupar informou durante teleconferência ao mercado e acionistas nesta quinta-feira, 16 de maio, que irá avaliar a possibilidade de participar ativamente dos leilões a serem realizados neste ano, em especial o A-6, em outubro e o de projetos de transmissão, em dezembro. Segundo o vice-presidente da Alupar, José Luiz de Godoy Pereira, a atuação da companhia nos certames dependerá do nível de agressividade dos mesmos, que ultimamente tem sido elevado. “Temos visto preços muito agressivos e assim o retorno é muito ruim, mas vamos olhar todas oportunidades no mercado, tanto de eventuais ativos a venda como nos leilões”.

Na oportunidade, o executivo também falou sobre a perspectiva de uma redução dos investimentos Capex em relação as estimativas da Aneel. “Trabalhamos com uma expectativa de reduzir 15% abaixo do valor estipulado pelo órgão regulador”, revelou, referindo-se aos projetos já contratados, e explicando depois que o recurso não é uma regra aplicável a todos projetos de uma mesma forma, com cada caso tendo sua especificidade. “Há projetos que conseguimos uma otimização melhor, outros não. Não há como definir uma regra”, completou.