Alsol vai construir usinas solares de 5 MW para GD Compartilhada

Com investimentos de R$ 40 milhões, plantas ficarão em Uberlândia, cidade líder em conexões fotovoltaicas

A Alsol Energias Renováveis anunciou a construção de dois parques solares em Uberlândia (MG) com potência de injeção de 5 MW cada. A energia gerada nas usinas será direcionada para empresas da cidade e região, por meio da geração compartilhada – quando consumidores dentro da mesma área de concessão da distribuidora usufruem de energia gerada por um mesmo sistema, através da compensação. O investimento nos dois parques é da ordem de R$ 40 milhões e a construção começará de imediato, com previsão de entrega para dezembro.

Uberlândia está no primeiro lugar no ranking de instalações de energia fotovoltaica no Brasil, com 12,5 MW. A Alsol é responsável por 75% dessas instalações. Gustavo Malagoli, fundador da empresa, lembra que a 1ª instalação fotovoltaica enquadrada no sistema de compensação da Agência Nacional de Energia Elétrica no Brasil foi feita na cidade em 2012, sob sua responsabilidade técnica. Segundo ele, de lá para cá, o número aumentou vertiginosamente a ponto de hoje a cidade liderar o ranking.

O prefeito Odelmo Leão ressaltou que o anúncio, além de representar o compromisso da empresa com o desenvolvimento sustentável e tecnológico da cidade, acarreta em benefícios em vários segmentos sociais. Para ele, investimentos desse porte se traduzem em geração de emprego, renda e no aquecimento da economia local. Além dos ganhos para o sistema elétrico da cidade, como a redução no carregamento das redes, a construção dos parques solares vai gerar cerca de 125 empregos em cada planta. Com 17.820 placas fotovoltaicas em um terreno de 83 mil m², o primeiro parque terá uma potência fotovoltaica de 5,8 MWp. Já o segundo terá 18.444 placas, em uma área de 87 mil m², com potência de 6 MWp. Os locais onde as usinas serão construídas já estão definidos e já possuem as respectivas autorizações de conexão por parte da Cemig.