Reservatórios sobem no Sul e Sudeste/Centro-Oeste

Já no Norte e no Nordeste, armazenamento apresentou queda, segundo ONS

O país se dividiu em relação ao comportamento dos reservatórios na última segunda-feira, 03 de junho. Enquanto no Sul e Sudeste/Centro-Oeste houve elevação da capacidade armazenada, no Norte e no Nordeste ocorreu redução do nível dos reservatórios, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico.

Na região Sul, os reservatórios subiram 1,8% para 81,9% da capacidade. A energia armazenada chegou a 16.862 MW mês. A energia afluente armazenável está em 260% da média de longo prazo. A hidrelétrica G.B.Munhoz opera com 82,85% da capacidade e Salto Santiago, com 64,04%.

Os reservatórios do subsistema Sudeste/Centro-Oeste aumentaram 0,1% para 47,5% da capacidade. A energia armazenada está em 96.531 MW mês. A ENA armazenável está em 109% da MLT. A usina Furnas trabalha com 51,45% da capacidade e Nova Ponte com 43,63%.

No Nordeste, os reservatórios baixaram 0,1% para 57,7% da capacidade. A energia armazenada ficou em 29.916 MW mês e a energia armazenável em 72% da média. A hidrelétrica Sobradinho opera com 47,34% da capacidade. Os reservatórios do Norte estão com 73,8% da capacidade, redução de 0,3% na comparação com o dia anterior. A energia armazenada está em 11.109 MW mês e a ENA armazenável está em 114% da MLT. A usina Tucuruí tem 99,92% da capacidade.