Revisão provisória aumenta RAP da Amazonas GT em 7,84%

Resultado definitivo será calculado quando a Aneel aprovar o Wacc das transmissoras

A Aneel aprovou aumento de 7,84% na Receita Anual Permitida de instalações de transmissão da Amazonas GT a partir de 1º de julho. O resultado da primeira revisão periódica da empresa é provisório e será ajustado após a definição da taxa de remuneração (Wacc regulatório) das transmissoras, ainda em audiência pública na agência.

Com o reposicionamento, a RAP revisada vai passar de R$ 48,5 milhões para R$ 52,3 milhões. A proposta apresentada em audiência pública previa correção ainda maior, de 7,92%, o que elevaria a receita em pouco mais de R$ 40 mil.