Modelo de parceira de Angra 3 é adiado para o fim de julho

Obras da usina devem ser retomadas no início de 2020

O governo espera definir não mais em junho, mas no fim do mês de julho, o modelo de parceria para a conclusão da usina nuclear de Angra 3. A expectativa é de que o processo de escolha do parceiro para o empreendimento seja concluído no final desse ano, para que as obras da usina sejam retomadas no início de 2020, informou o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, após audiência pública na Câmara dos Deputados.

O ministro vai receber os presidentes da Eletronuclear e da Indústrias Nucleares do Brasil para tratar do assunto na noite desta quarta-feira, 26 de junho. Ele admitiu que cometeu um erro em relação à data de reinício das obras de Angra, porque acreditava que elas poderiam ser iniciadas no segundo semestre desse ano. A previsão para 2020 foi divulgada quando houve a inclusão do empreendimento no Programa de Parcerias de Investimentos.