PLD aumenta 37% em todos submercados

Preço da primeira semana de julho é fixado em R$ 170,94/MWh, enquanto previsão do fator de ajuste do MRE fica em 58,4%. ESS estimado é de R$ 2 milhões

O Preço de Liquidação das Diferenças – PLD para a primeira semana de julho aumentou 37%, saindo de R$ 124,92/MWh para R$ 170,94/MWh em todos os submercados. Segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, a elevação é explicada principalmente pela previsão de afluências abaixo da média para julho deste ano. O valor do PLD ficou em R$ 172,44/MWh nas cargas pesadas e médias e R$ 169,08/MWh na leve em todos os submercados.

Quanto a junho, a estimativa é de que as afluências fechem o mês em torno de 102% da Média de Longo Termo – MLT para o sistema, abaixo da média para todos os submercados, com exceção do Sul, com 161% da MLT. As afluências estimadas para o Sudeste foram de 94%, na região Nordeste foram de 53% e na região Norte, 88% da MLT. Para julho, a CCEE espera vazões em torno de 82% da média para o sistema, estando abaixo da média para todos os submercados. Na região Sudeste a expectativa é de 85% da MLT; no Sul de 86%; no Nordeste é de 43%; e 87% da MLT na região Norte.

Já a carga prevista para a próxima semana do SIN deve ficar em cerca de 600 MWmédios mais baixa, com redução esperada, principalmente, na região Sudeste, de 364 MWmédios.  No Sul é aguardado um recuo de 30 MWmédios, no Nordeste de 105 MWmédios e para o Norte, de 102 MWmédios. Por sua vez os níveis dos reservatórios ficaram cerca de 957 MWmédios acima do esperado, com redução apenas no Sudeste, 247 MWmédios, e no Norte, 54 MWmédios.  Nos demais subsistemas, os níveis estão mais altos: 1.194 MWmédios no Sul e 64 MWmédios no Nordeste.

O fator de ajuste do MRE para o mês de junho de 2019 está estimado em 67,6% e a previsão para julho é de 58,4%. O ESS para junho está estimado em R$ 38 milhões, sendo referentes às restrições elétricas. Para julho, a previsão é de R$ 2 milhões, atribuídos a restrições operativas.