EPE: Consumo nacional de eletricidade aumenta 3,2% em maio

Demanda no país chegou a 40.435 GWh no mês, mostrando crescimento que não se observava desde fevereiro. Industria aumentou 2,5% mas base de comparação é baixa por conta da greve dos caminhoneiros em maio de 2018

O consumo nacional de energia elétrico atingiu 40.435 GWh em maio, crescimento de 3,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado, resultado que não era observado desde fevereiro, quanto a alta foi de 4,6%. A informação consta na Resenha Mensal elaborada pela Empresa de Pesquisa Energética, que divulgou o balanço nesta terça-feira, 2 de julho.

De acordo com o documento, as três maiores classes de consumo de eletricidade exibiram altas no montante mensal, com destaque para variação de 4,4% nas residências e 4,9% no comércio e serviços. Já o aumento da demanda na classe industrial chegou a 2,5% no mês, influenciado pelo efeito estatístico de base baixa do ano passado, em razão da greve dos caminhoneiros, que aconteceu em maio de 2018. Além disso, a classe industrial continuou impactada em maio pelos efeitos do desastre ambiental em Brumadinho/MG, refletido na queda de 13,9% no consumo de energia elétrica do ramo extrativo de minerais metálicos.

Entre as regiões do país, todas registraram elevação no consumo, com destaque para o Sudeste e o Nordeste, com variações de 2,6% e 6,1%, respectivamente. No recorte dos mercados cativo e livre, houve aumento da demanda em ambas as modalidades de contratação, sendo 1,4% entre os consumidores cativos e +6,7% entre os livres.