Rompimento de cabo subaquático desafia Amazonas Energia

Empresa tenta reestabelecer a normalidade do fornecimento de energia nas cidades de Iranduba e Manacapuru

A Amazonas de Energia segue realizando ações para normalizar o fornecimento de energia nas cidades de Iranduba e Manacapuru, localizadas na região metropolitana de Manaus (AM). Segundo informou a distribuidora nesta sexta-feira, 26 de julho, 80% do fornecimento já foi normalizado. A concessionária está realizando alívio de carga de 4 MW, o que corresponde a 20,83% de revezamento de carga somente na cidade de Manacapuru.

Às 13h51 do dia 19 de julho houve desligamento da linha de 69.000 volts que alimenta as cidades de Iranduba e Manacapuru. Essas cidades são abastecidas por meio de cabos subaquático isolados instalados no leito do rio Negro e linha de distribuição aérea, também em 69.000 volts.

Mergulhadores foram enviados ao Rio Negro para verificar o dano ao cabo subaquático, para que a concessionária possa definir as estratégias de reparação do cabo. O maior desafio será importar o material para o reparo. A Elektra será responsável pela execução da obra.

A Amazonas Energia disse que avançou com as providências necessárias para a instalação e entrada em operação dos grupos geradores em Manacapuru e Iranduba. Na última quinta-feira (25), as últimas conexões foram concluídas e a expectativa de regularização total do fornecimento de energia é até o final desta semana.

Foram instalados 80 grupos geradores para as duas localidades, sendo 51 unidades na UTE de Iranduba, com capacidade para geração de 40 MW, e 29 máquinas na UTE de Manacapuru que irão gerar 25 MW, totalizando 65 MW para os dois municípios.

Além disso, a Amazonas Energia instalou na cidade de Iranduba um grupo gerador de 300 kVA no hospital da cidade e outro de 175 kVA, em um dos poços do sistema de abastecimento de água. No município de Manacapuru, também foi instalado um grupo gerador de 300 kVA no hospital da cidade, outro de 600 kVA no sistema de abastecimento de água e um de 450 kVA, no Fórum de Justiça.

“A Amazonas Energia agradece a compreensão de todos, e reforça que suas equipes continuarão trabalhando 24 horas por dia, até normalizar o fornecimento de energia nas cidades de Iranduba e Manacapuru”, diz a nota.