Enel SP reverte prejuízo e lucra R$ 200,4 milhões no 1º semestre

Segundo a distribuidora, o aumento se deu em razão da melhor performance operacional e melhores resultados financeiros

A Enel Distribuição São Paulo registrou lucro líquido de R$ 200,4 milhões no primeiro semestre do ano, revertendo o prejuízo de R$ 161,1 milhões em igual período anterior. Segundo a distribuidora, o aumento se deu em razão da melhor performance operacional e melhores resultados financeiros atribuídos principalmente ao Liability Management da companhia.

“O processo de integração em andamento da Enel Distribuição São Paulo ao Grupo Enel contribuiu para os resultados financeiros e operacionais positivos no primeiro semestre do ano. Continuamos focados em criar valor adicional para a companhia e seus stakeholders, seguindo nossos esforços para melhorar os indicadores de qualidade do serviço da empresa no próximo ciclo tarifário”, disse Max Xavier, Responsável pela Enel Distribuição São Paulo, em nota à imprensa.

A receita bruta da companhia aumentou 2,9% para R$ 11,425 bilhões. O resultado é decorrente principalmente em razão do aumento na venda de energia (+1,5%) nos mercados regulado e livre, especialmente no primeiro trimestre de 2019, e ao reajuste tarifário médio em julho de 2018 (+15,84%).

O ebtida avançou 77% nos seis primeiros meses do ano para R$ 913 milhões. O aumento é principalmente em função de maiores receitas e da redução de despesas operacionais em comparação com o mesmo período do ano passado, como parte do processo de integração e otimização, mais do que compensando o aumento das provisões para inadimplência no último trimestre.

Os investimentos caíram 29% para R$ 419,2 milhões no primeiro semestre. A dívida líquida da empresa aumentou 21,1% para R$ 5,094 bilhões, devido aos investimentos realizados nos últimos 12 meses. Contudo, a Enel SP disse que o resultado está em linha com a estratégia financeira da companhia.