Consumo de energia fica estável em junho, aponta EPE

No acumulado do semestre, demanda apresentou avanço de 1,7% na comparação com 2018

O consumo nacional de eletricidade totalizou 38.213 GWh em junho, variação positiva de apenas 0,2% na comparação com igual período de 2018. No primeiro semestre, o crescimento da demanda de energia elétrica do país foi de 1,7% frente ao mesmo período do ano passado, alcançando 478.821 GWh. Os dados são da Resenha Mensal da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), divulgada nesta quarta-feira, 31 de julho.

Entre as regiões, Centro-Oeste (+4,4%), Norte (+5,3%) e Sul (+2,0%) apresentaram aumento no consumo de eletricidade em junho, que compensaram as quedas no Nordeste (-3,3%) e no Sudeste (-0,6%) no mês.

Em relação às principais classes de consumo, apesar do declínio de 1,7% nas residências em junho, a classe comercial avançou 3,4% no mês. Já a classe industrial, maior demandante de energia elétrica do país, registrou estabilidade em junho, ainda influenciada, de certo modo, pelos efeitos da greve dos caminhoneiros (maio/2018) e do desastre ambiental em Brumadinho/MG (janeiro/2019).

No recorte cativo e livre, enquanto o mercado cativo caiu 1,3% em junho, o consumo de energia elétrica do mercado livre avançou 3,1% no mês. Clique aqui para ler a íntegra do documento.