Bolsonaro autoriza estudos para desestatização da Eletrobras

Serão aprofundados estudos para que o processo ocorra por meio de aumento de capital social

O presidente Jair Bolsonaro autorizou nesta quinta-feira, 1º de agosto, o aprofundamento dos estudos para a eventual desestatização da Eletrobras, através de aumento de capital social, mediante subscrição pública de ações ordinárias da companhia ou de eventual empresa resultante do processo de reestruturação.

A medida veio após a realização de reunião no Palácio do Planalto na qual participaram também o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e o presidente do conselho de Administração da Eletrobras, José Guimarães Monforte, e o presidente da companhia, Wilson Ferreira Junior.

Em comunicado ao mercado, a empresa reproduz carta enviada pelo MME, na qual salienta que o processo deverá passar pela apreciação do Congresso Nacional.