Programa da Enel oferece eletrodomésticos pela metade do preço em SP

Iniciativa permite troca de aparelhos usados por modelos que consomem menos energia, além de contribuir com projetos sociais no estado. Empresa prevê R$ 20 milhões em descontos para os clientes de São Paulo

A Enel Distribuição São Paulo deu início nesta semana ao programa Luz Solidária Enel, que estimula o uso de eletrodomésticos eficientes e que consomem menos energia. A iniciativa permite aos clientes da empresa a troca de equipamentos como geladeira, ar condicionado e freezer antigos por modelos novos e mais eficientes e com 50% de desconto. Os produtos poderão ser adquiridos nas lojas credenciadas da rede Magazine Luiza até que o projeto atinja o valor total de bônus disponível. O Programa também está sendo desenvolvido pela empresa nos estados do Rio de Janeiro, Goiás e Ceará.

Além de estimular a cultura do consumo consciente e da preservação ambiental, com aproximadamente R$ 20 milhões em abatimentos disponibilizados por meio do programa no estado, a iniciativa também viabiliza projetos sociais voltados para a geração de renda, capacitação, meio ambiente e direitos humanos, na medida em que proporciona aos clientes a oportunidade de contribuir com um projeto social. No ato da compra, o consumidor escolhe uma instituição apoiada pela empresa para beneficiar, concedendo 5% do valor do produto à entidade escolhida. Em São Paulo, as instituições selecionadas receberão cerca de R$ 2 milhões em doações.

Dessa forma, ao participar do programa, o cliente pagará 45% do valor total do produto ao varejista e 5% a um projeto social, através da doação à instituição escolhida. O restante do valor do produto será pago pela própria companhia. Para se ter uma ideia, se o eletrodoméstico custar mil reais, o consumidor desembolsará apenas R$ 450 reais pelo produto e R$ 50 reais pela doação, ou seja, um total de R$ 500 reais, metade do valor original do produto.

Os interessados em participar do Luz Solidária devem se dirigir a uma das lojas Magazine Luiza credenciadas, escolher um dos eletrodomésticos selecionados, fazer a doação para um dos projetos sociais e solicitar o desconto. Ao assinar o contrato de adesão, há de se concordar com as premissas de ser adimplente, com fornecimento regular de energia e com a condição de permitir a visita de técnico da distribuidora caso seja contemplado pela seleção, para a medição do aparelho velho.

Os clientes que adquirirem equipamentos novos e eficientes deverão entregar o aparelho antigo, que será totalmente reciclado. Ao adquirir, o consumidor passa a integrar uma parcela da sociedade que usa energia elétrica de maneira eficiente, pois todos os equipamentos têm a garantia de baixo consumo de energia elétrica dada pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – Procel

Além disso, a ação de devolução de máquinas antigas também tem representa uma destinação correta do resíduo gerado a partir do seu descarte sustentável, o que evita a contaminação do meio ambiente com gases, plásticos e outros resíduos gerados. As lojas receberão os equipamentos antigos no momento da entrega do novo produto, na residência do cliente.

Desde a sua criação, em dezembro de 2009, o programa já trocou mais de 76 mil eletrodomésticos, concedeu aproximadamente 62 milhões de bônus aos clientes residenciais e cerca R$ 9,4 milhões em doações a 276 projetos no Ceará, em Goiás e no Rio de Janeiro.