Projeto de R$ 1 bilhão da Celpa é aprovado como prioritário

Programa de investimentos para infraestrutura de distribuição da concessionária vai até 2020. MME também enquadrou iniciativas da Energisa Minas Gerais e Paraíba, além de UFV de 14 MW na Bahia

O Ministério de Minas e Energia aprovou como prioritário o programa de investimentos da Celpa para modernização e expansão da malha de distribuição energética do Pará, num aporte total de mais de R$ 1 bilhão até 2020. Com a declaração, a concessionária controlada pelo Grupo Equatorial Energia poderá realizar emissão de debêntures de infraestrutura para financiar os investimentos. Essas debêntures apresentam vantagens fiscais aos investidores. O projeto não poderá abarcar obras do Luz para Todos e financiadas por terceiros.

Nos mesmos moldes, o MME também autorizou os projetos de distribuição da Energisa Minas Gerais, com R$ 74,7 milhões planejados para 2020 para a rede de Minas Gerais e parte do Rio de Janeiro, e da Energisa Paraíba, num aporte estimado de R$ 145 milhões para o ano que vem.

Outra deliberação do MME para projeto prioritário foi com relação a usina fotovoltaica Verde Vale III, localizada na Bahia e de posse do Fundo de Investimento Astra Infraestrutura I. A UFV prevê 14,3 MW de capacidade instalada entre 13 unidades geradoras. Pelo cronograma de execução, o empreendimento deveria ter sido concluído em agosto do ano passado.