Eletrobras conclui venda de ações de parques eólicos à J. Malucelli

Companhia detinha 49% de participação em duas usinas que somam 128,5 MW e SPE da Brasventos que opera as plantas na região Oeste do Rio Grande do Norte. Negócio de R$ 178,2 milhões já foi aprovado pelo Cade

A Eletrobras concluiu a transferência de 49% do capital social das Sociedades de Propósito Específico Brasventos Miassaba, Brasventos Eolo e Rei dos Ventos para a holding Ventus de Energia Eólica, atual razão social da Gerenciadora de Projetos e Análise de Riscos J. Malucelli, que passa a deter a totalidade das ações dos empreendimentos. A informação foi passada através de comunicado a acionistas e ao mercado divulgado na última sexta-feira, 23 de agosto, numa negociação que está de acordo com o edital do Leilão Eletrobras n.º 01/2018, referente ao Lote F.

Os empreendimentos negociados referem-se a usina eólica Miassaba 3, que abrange a região oeste do estado do Rio Grande do Norte, com capacidade instalada de 68,4 MW. Já a EOL Rei dos Ventos 3 está locada em uma área contígua ao parque Rei dos Ventos 1, nas proximidades da cidade de Galinhos (RN). A usina comporta 36 aerogeradores e 60,1 MW de potência instalada. Já a Brasventos Eolo é a empresa que opera os parques.

Pela venda, já aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), a Eletrobras recebeu o valor atualizado de R$ 178,2 milhões, numa operação que representa uma das iniciativas vinculadas ao Plano Diretor de Negócios e Gestão da companhia aprovado no final do ano passado, e que prevê o planejamento até 2023.