FASE faz apelo aos agentes para evitar disrupção do modelo

Entidade pediu que os agentes construam uma conciliação e encontrem soluções pacíficas

O presidente do Fórum de Associações do Setor Elétrico (FASE), Mário Menel, fez um apelo aos agentes para que todos ajudem na busca por soluções para os atuais desafios e transformações que o setor está atravessando. O Ministério de Minas e Energia (MME) está liderando uma série de estudos para modernizar as regras do setor elétrico, que passa pela melhor alocação de riscos, racionalização dos subsídios e ampliação gradativa do Ambiente de Contratação Livre (ACL).

“Muitos agentes estão em uma situação de conforto, mas provavelmente baseada em artifícios que não se sustentam no longo prazo. Vão cair na armadilha e vamos acabar tendo uma disrupção e isso não é bom. Preferimos que tenhamos um norte e ele está contido em dois projetos (PLS 232 e PL 1917)”, disse o executivo durante a abertura da 16ª edição do Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico (Enase), nesta quarta-feira, 28 de agosto, no Rio de Janeiro.

Segundo Menel, o setor elétrico está fragilizado e vulnerável. “Isso se mostra em problemas pontuais que poderiam ser tratados pontualmente, mas que se transformam em um problema para todo o setor elétrico. Ao acontecer isso, a solução procurada pelos agentes é a judicialização e isso é um prejuízo para todos.”

Menel alertou que é preferível que os agentes colaborem para que se tenha uma transição controlada do modelo, pois a postergação das ações de correção poderá no futuro levar a uma solução radical e isso seria traumático para o setor elétrico. “Que nós façamos um esforço coletivo para conseguir a conciliação, uma solução pacífica, em que todos ganhamos.”

Também no evento, o ministro Bento Albuquerque disse que está otimista com o processo de modernização do setor elétrico. Disse que está gerindo expectativas e desenvolvendo iniciativas que visam destravar os gargalos do mercado de eletricidade. Lembrou que até 2027 estão previstos R$ 400 bilhões de investimentos no setor.

“Reforço o compromisso do presidente Bolsonaro de continuar trabalhando, com afinco e determinação, para que as medidas necessárias sejam realizadas no menor prazo possível, transformando o ambiente econômico e abrindo novas oportunidades para investimentos de longo prazo”, declarou Albuquerque.