Sunco Energy obtém incentivos fiscais para UFVs no Ceará

MME enquadrou nove usinas junto ao Reidi, num total de 343,6 MW de capacidade instalada e R$ 1,9 bilhão em investimentos sem encargos

A Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia enquadrou nove usinas fotovoltaicas denominadas Mauriti junto ao Regime Especial para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi), envolvendo 343,6 MW e R$ 1,9 bilhão em investimentos, livre de encargos. As informações foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) e no portal do MME. O Reidi prevê a isenção de PIS/PASEP e Confins na aquisição de bens e serviços para empreendimentos de infraestrutura.

Os empreendimentos pertencem a Sunco Energy Brasil e serão implementados nos municípios de Mauriti e Milagres, ambos no Ceará, com período de execução previsto para iniciar em janeiro do ano que vem e indo até dezembro de 2021. Cada uma das UFVs Mauriti 1, 3, 4, 5, 6 e 8 preveem 30 unidades geradoras de 1,6 MW, totalizando 49,1 MW de capacidade instalada e R$ 272,5 milhões em investimentos por usina, sem taxas.

Já Mauriti 2 terá 15 módulos fotovoltaicos, perfazendo 24,5 MW de potência e R$ 136,2 milhões em recursos. A usina 7, por sua vez, contará com nove unidades, totalizando 14,7 MW e R$ 81,7 milhões em investimentos. Por fim, a UFV Mauriti 9 prevê seis unidades geradoras, num total de 9,8 MW e R$ 54,5 milhões em aportes, livre de impostos.