Indústria derruba o consumo nacional de energia em julho

Demanda nacional por eletricidade apresentou retração de 0,4% em relação ao mesmo mês de 2018

O consumo nacional de eletricidade fechou o mês de julho em retração por causa do desempenho negativo da indústria brasileira. Relatório da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) aponta que a demanda nacional de eletricidade totalizou 38.265 GWh em julho, representando retração de 0,4% em relação ao mesmo mês de 2018. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 30 de agosto.

O consumo industrial caiu 3,2% no período, absorvendo os resultados positivos dos setores residências (1,2%) e comercial (2,5%). Entre os segmentos industriais, as maiores quedas foram no ramos químico (-13,0%) e de extração de minerais metálicos (-11,1%).

Entre as regiões, o resultado negativo do Sudeste (-2,7%) puxou o desempenho do país. O maior avanço no consumo de energia elétrica no mês foi na região Norte (+6,1%), sobretudo em função da retomada gradual da metalurgia paraense (setor eletrointensivo). Centro-Oeste (+2,1%) e Nordeste (+2,4%) também exibiram resultados positivos em julho. Clique para ler a íntegra da Resenha Mensal de Julho da EPE.