PLD sobe para a terceira semana de setembro

Segundo avaliação da CCEE, aumento decorre da estimativa de vazões abaixo da média associada ao aumento da carga no sistema para o mês

O preço de liquidação das diferenças para a terceira semana de setembro subiu. No Sudeste e no Sul, o aumento foi de 7%, saindo de R$ 210,71/MWh e indo para R$ 225,55/MWh. No Nordeste e Norte, o preço aumentou 5% sendo definido em R$ 221,28/MWh. Essa elevação, explicou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, deve-se, principalmente, pela estimativa de afluências abaixo da média aliada com a elevação de carga no submercado Sudeste/Centro-Oeste.

Para setembro de 2019, espera-se que as afluências fechem em torno de 54% da Média de Longo Termo para o Sistema Interligado Nacional, estando abaixo da média para todos os submercados. Na região Sudeste a expectativa é de 72%, no Sul é de 26%, no Nordeste 44% e na região Norte 68% da MLT.

A carga prevista para a próxima semana do SIN é que fique em torno de 937 MW médios mais alta, com valores para o Sudeste/Centro-Oeste mais elevados em 1.403 MW médios e uma redução no Nordeste de 466 MW médios. Para os demais submercados não houve variação da carga.

Os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 200 MW médios acima do esperado. No Sul em 62 MW médios, no Nordeste em 155 MW médios e no Norte em 188 MW médios. Para o submercado Sudeste/Centro-Oeste ocorreu uma redução de 205 MW médios.

A previsão para o fator de ajuste do MRE no mês de setembro passou de 55,1% para 56%. e o ESS previsto para setembro está em R$ 6 milhões, sendo em sua totalidade referente às restrições operativas.

Fonte: CCEE