Aneel revoga autorizações de eólicas no Nordeste

Agência negou nova prorrogação de prazo para transferência de projetos da Energimp para Sequóia Capital

As centrais eólicas Araras, Garças, Lagoa Seca, Vento do Oeste, Ventos de Santa Rosa, Ventos de Santo Inácio, Ventos de São Geraldo e Ventos de São Sebastião tiveram suas autorizações revogadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica. A Aneel rejeitou pedido de prorrogação por mais 90 dias do prazo para transferência de controle dos empreendimentos da Energimp para a Sequóia Capital, um ano depois de aprovada a operação. As usinas formam os Complexos Ceará II e Ceará IV.

A autarquia também negou pedido das duas empresas de adiamento do início de vigência dos Contratos de Uso do Sistema de Transmissão dos conjuntos de usinas em datas posteriores à fase de testes e ao início da operação comercial dos empreendimentos. Ao aprovar a transferência de controle em agosto de 2018, a Aneel estabeleceu prazo de 90 dias para a quitação ou parcelamento dos débitos referentes à não entrega de energia prevista nos Contratos de Energia de Reserva, além da  quitação das inadimplências e débitos relativos à contratação de conexão e uso do sistema de transmissão. Essa condição não foi atendida, segundo a agência reguladora.