Enel X torna-se acionista de rede global com mais de 200 mil eletropostos

Companhia adquiriu participação de 12,5% na joint venture de mobilidade elétrica Hubject, trazendo aos clientes a possibilidade de carregarem suas baterias sem se importarem com o provedor

A Enel X tornou-se acionista com participação de 12,5% na Hubject, uma joint venture de mobilidade elétrica que inclui líderes nos setores de tecnologia, automotivo e serviços públicos. A companhia global desenvolveu uma plataforma interoperável, que permite que motoristas de veículos elétricos carreguem seus carros através de uma rede de mais de 200 mil pontos de recarga ao redor do mundo, sem ter que assinar novos contratos além daqueles com os Provedores de Serviço de e-mobility que usem os serviços de eRoaming da Hubject.

Ao entrar na joint venture, a linha de negócios global da Enel dedicada a desenvolver produtos inovadores e soluções digitais pode estender a interoperabilidade de sua rede europeia para além dos 8 mil eletropostos já disponíveis para seus clientes, com a possibilidade de acessar a rede global da nova empresa. A Enel X também trabalhará com a parceria para expandir a rede de carregamento da Hubject e aprimorar ainda mais suas funcionalidades tecnológicas, com o objetivo de aumentar a penetração da mobilidade elétrica mundialmente.

Para Francesco Venturini, Responsável Global da Enel X, a parceria irá elevar a eletromobilidade a um novo patamar para a empresa, que tem expandido seu papel como Provedor de Serviço global no segmento, ao oferecer cada vez mais serviços de carregamento além da própria rede. “O objetivo global é oferecer a motoristas de veículos elétricos a possibilidade de carregar suas baterias sem se preocupar com quem é seu provedor, ou se estão no exterior. É simplificar a vida daqueles que querem fazer parte desta revolução da mobilidade elétrica, e estamos totalmente comprometidos com este desafio”, afirma o executivo.

A empresa vem estendendo suas próprias redes públicas de recarga na Itália, Espanha e Romênia, com um total de cerca de 8 mil pontos de carregamento, alinhado com seus objetivos anunciados, que também incluem a instalação de pontos de recarga privados. No total, a estimativa é que o número de pontos de recarga públicos e privados aumente mundialmente para 455 mil até 2021 dos 60 mil existentes atualmente, com a meta de apoiar a adoção de VEs e a descarbonização do setor de transportes.

Visando essa finalidade, a Enel X também fechou diversos acordos de interoperabilidade para ampliar a rede de recarga pública disponível para seus clientes na Europa, expandindo seu alcance enquanto Provedor de Serviços de mobilidade elétrica para Áustria, Bélgica, Alemanha, Hungria, Irlanda, Países Baixos, Noruega, Romênia, Eslovênia, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido.

Chamado também de eRoaming, a interoperabilidade é um componente estrutural da missão corporativa de criar soluções de recarga para todos os tipos de uso; em casa, no trabalho ou no trânsito, e que sejam acessíveis a partir de um único ponto de acesso, o aplicativo JuicePass, interface única para clientes da Enel X carregarem nessas localidades, além de acessar a rede de eletropostos da companhia e de seus parceiros e, eventualmente, a rede global da Hubject.

A joint venture de mobilidade elétrica Hubject foi fundada em 2012. Seus acionistas incluem Grupo BMW, Bosch, Daimler, enBW, Innody, Siemens, Grupo Volkswagen e, agora, a Enel X. São mais de 600 parceiros de negócios além de 200 mil pontos de recarga interoperáveis na Albânia, Áustria, Bélgica, Bulgária, Canadá, Colômbia, China, Croácia, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Japão, Letônia, Liechtenstein, Luxemburgo, Macedônia, Malta, Países Baixos, Nova Zelândia, Noruega, Peru, Polônia, Portugal, Coreia do Sul, Romênia, Rússia, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia, Suíça, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos. A sede da Hubject fica em Berlim, com unidades de negócio nos Estados Unidos (Los Angeles) e China (Xangai).