Alcolumbre manifestou opinião dele ao falar de Eletrobras, diz Ferreira Jr

Presidente do Senado falou que senadores são contra privatização e sugeriu a venda de outras estatais primeiro

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira, afirmou nesta quinta-feira, 26 de setembro, o que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, manifestou a opinião dele  ao sugerir o adiamento da proposta de privatização da Eletrobras e o governo vai avaliar as manifestações do parlamentar. Alcolumbre disse na quinta-feira passada (19) que a maioria do Senado hoje é contra a privatização da empresa e sugeriu que o processo de venda de estatais seja iniciada por outras companhias, citando como exemplo os Correios.

“Eu não tenho dúvida da importância do processo via mercado de capitais para a Eletrobras, para o mercado de capitais brasileiro e para a perspectiva de investimento, e isso vai ter que ser debatido. Eu acho que esse é o objetivo. O processo vindo aqui para o Congresso, na Câmara e depois no Senado, essa discussão vai ser feita pelos representantes da sociedade. Não tenho dúvida que todo mundo ganha com isso”, disse o executivo.

Sobre o envio pelo governo do projeto de lei com a modelagem de venda do controle da estatal, que deve ser feita em um processo de aumento de capital, Ferreira Jr, respondeu que o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, terá sensibilidade para avaliar o melhor momento de fazer isso. “Estou agora aguardando o ministro de Minas e Energia liberar esse processo.” O presidente da Eletrobras participou hoje de audiência pública na Comissão de Infraestrutura do Senado sobre a incorporação da Eletrosul pela Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica.