Câmara de Comércio Norueguesa discute transição energética em seminário

Evento acontecerá na próxima terça-feira, no Rio, e vai debater os rumos da transição energética para economia de baixo carbono

A busca por alternativas que equilibrem o desenvolvimento econômico das empresas e do setor elétrico em consonância ao combate e mitigação dos impactos da crise climática mundial será debatida no seminário “O Impacto da Transição Energética nos Setores de O&G e Renováveis”, que a Câmara de Comércio Brasil-Noruega (NBCC) promoverá na próxima terça-feira, 8 de outubro, a partir das 12h30, no Rio de Janeiro.

O evento, que tem como objetivo abordar os possíveis caminhos para uma transição energética aliada a uma economia de baixa emissão de carbono, contará com a presença de diretores e representantes de importantes players do setor. Entre eles os CEO da Statkraft no Brasil, Fernando de Lapuerta; e da Voltalia, Robert Klein, que irão comentar as conclusões dos cenários de baixas emissões e de operação das empresas, com foco especial na eletrificação gradual do mundo e na crescente relevância das fontes renováveis para o futuro.

Na outra mesa do dia, dedicada a discussões específicas sobre a área de óleo e gás, haverá apresentações do Presidente do Grupo e Diretor Executivo da DNV GL, Remi Eriksen; da Gerente de Estratégia, Planejamento e Relações Governamentais da Shell, Monique de Carvalho Gonçalves e de Milton Costa Filho, Secretário Geral do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP).

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), que dá apoio institucional ao encontro junto ao IBP e a Norwegian Energy Partners, empresa de soluções em petróleo e energia, será representada por seu presidente, Thiago Barral, que irá palestrar sobre os efeitos práticos da transição de energia no planejamento energético nacional. O seminário da NBCC ainda contará com a participação de membros da indústria, como empreendedores, consultores, desenvolvedores, além de outros agentes de planejamento do setor elétrico.