Canadian fecha contrato para mais 393 MWp em projetos solares

Empreendimentos foram viabilizados por meio de leilões privados realizados no terceiro trimestre deste ano

A Canadian Solar fechou contrato para fornecimento para três novos projetos solares fotovoltaicos que juntos somam 393,7 MWp de potência instalada. Esses empreendimentos foram viabilizados em dois leilões privados que ocorreram no terceiro trimestre no país. Um deles da Copel e outro não foi revelado, nem os valores dos contratos foram divulgados.

De acordo com a empresa a Canadian será responsável pelo desenvolvimento e construção de dois projetos novos. Um no estado de Pernambuco com 190,5 MWp e outro no Ceará que terá 76,2 MWp. Este último é uma expansão da usina existente de nome Lavras que está em desenvolvimento pela companhia. A construção desses projetos é estimada para ser iniciada em 2021 e entrarem em operação comercial antes do final de 2022. Quando em operação, os dois primeiros empreendimentos serão responsáveis pela geraçao de 598 GWh ao ano. A maior parte dessa energia será adquirida pela Copel Energia, do Paraná por meio de contratos de 15 anos de duração.

A empresa ainda desenvolverá e construirá um novo projeto de 127 MWp no estado de Minas Gerais. Essa usina deve entrar em operação comercial antes de janeiro de 2023. A expectativa é de que o empreendimento gere 280 GWh de eletricidade anualmente. A maior parte da energia gerada será comprada por uma das maiores concessionárias de energia elétrica do país sob um PPA de longo prazo. Este projeto será construído na mesma região e próximo a outros projetos existentes desenvolvidos e construídos pela Canadian naquele estado. A empresa não revelou o nome do comprador.