Aneel libera 62,1 MW eólicos para operação comercial no Maranhão

Decisão contempla 23 aerogeradores de 2,7 MW das usinas Delta 7 I e II. UTE também é liberada para sistema isolado em São Paulo

As centrais de geração eólica Delta 7 I e II foram autorizadas pela Aneel para operarem de forma comercial 23 aerogeradores de 2,7 MW, totalizando 62,1 MW de capacidade instalada em Paulino Neves, no Maranhão.

Já a empresa Alcoeste Bionenergia Fernandópolis S.A recebeu o parecer positivo da Agência pela termelétrica Casa de Força, que está liberada para operação comercial de uma unidade geradora de 10 MW dentro de sistema isolado, em Fernandópolis, município paulista.

Outro provimento do órgão regulador no dia foi para a Sociedade de Propósito Específico VP FlexGen Brazil, que opera a usina térmica de Autazes – VPTM. A decisão envolve a operação em regime de testes de duas unidades de aproximadamente 2,7 MW cada, perfazendo 5,5 MW de potência em Autazes, no Amazonas.