Desligamento de terceirizados em Furnas irá custar R$ 437 milhões

Demissão de 1.041 funcionários irá gerar economia anual de R$ 280 milhões a empresa. informou a holding Eletrobras

O custo avaliado para o desligamento dos funcionários terceirizados de Furnas é de até R$ 437 milhões, informou a Eletrobras nesta quarta-feira, 16 de outubro, através de comunicado ao mercado e acionistas. Segundo a holding estatal, que controla integralmente a subsidiária,  serão demitidos 1.041 terceirizados, gerando uma economia de aproximadamente R$ 280 milhões ao ano para a empresa. O montante representa um payback de 1 ano e meio. O desligamento dos funcionários acontece no âmbito do acordo firmado entre Furnas, Ministério Público do Trabalho e Federação Nacional dos Urbanitários.