Modernização da rede em Alagoas e Piauí entram no rol de projetos prioritários

Programa de investimentos para infraestrutura de distribuição das concessionárias da Equatorial prevê R$ 754,8 milhões até 2020. Hidrelétrica Porto Primavera também foi enquadrada pelo MME

O Ministério de Minas e Energia aprovou como prioritários os programas de investimentos das distribuidoras da Equatorial em Alagoas e no Piauí para modernização e expansão da malha de distribuição energética das respectivas regiões, num aporte planejado total de aproximadamente R$ 754,8 milhões até 2020, sendo R$ 316,2 milhões da parte alagoana, e R$ 438,5 milhões pela piauiense. Com a declaração, as concessionárias controladas pelo Grupo Equatorial Energia poderão realizar a emissão de debêntures de infraestrutura para financiar os investimentos, com vantagens fiscais aos investidores. O projeto não poderá abarcar obras do Luz para Todos e financiadas por terceiros.

O MME também enquadrou o projeto de manutenção da hidrelétrica Porto Primavera, cujo nome oficial é Engenheiro Sérgio Motta. A usina pertence a Cesp e possui 1.540 MW de capacidade instalada entre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.