Começa Leilão de Energia A-6

Certame é destinado a contratação de nova capacidade de geração provenientes de fontes solar, eólica, hidrelétrica e termelétrica

Começou há pouco na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em São Paulo, o Leilão de Energia A-6, destinado à contratação de nova capacidade de geração provenientes de fontes solar, eólica, hidrelétrica e termelétrica com início de suprimento em 1º de janeiro de 2025. Para esse leilão, foram habilitados 1.541 projetos pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), somando 71,3 GW de potência.

O governo dividiu o leilão em quatro produtos. Hidrelétricas terão contrato de 30 anos e eólicas e solar, 20 anos. Usinas termelétricas a biomassa, a carvão minera e a gás natural fecharão contratos por 25 anos. O leilão poderá ser acompanhado pela internet em tempo real, acessando o site da CCEE. O certame é organizado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) e Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)

Confira abaixo os preços-teto definidos para o leilão:

Preço inicial Quantidade Hidrelétrica R$ 285,00/MWh
Quantidade Eólica R$ 189,00/MWh
Quantidade Fotovoltaica R$ 209,00/MWh
Disponibilidade Termelétricas R$ 292,00/MWh