Tarifas da EDP São Paulo vão cair, em média, 5,33%

Resultado da revisão tarifária da distribuidora será aplicado a partir de 23 de outubro

A quinta revisão tarifária da EDP São Paulo levou a uma redução média na tarifa de 5,33%, que deve ficar em média 6,34% menor para os consumidores em baixa tensão e 3,53% mais baixa para os clientes conectados em alta tensão. As novas tarifas serão aplicadas a partir de 23 de outubro.

Entre os itens com maior peso no resultado estão encargos setoriais, que tiveram queda de 6,0% ; componentes financeiros incluídos na tarifa, com 7,87%; gastos com transmissão, que cresceram 1,23%. A compra energia de energia ficou estável, com 0,003% de redução, e parcela de distribuição cresceu 0,29%.

A Aneel também definiu os limites dos indicadores de qualidade do serviço da distribuidora para o período de 2020 a 2023. A EDP São Paulo atende 1,9 milhão de unidades consumidoras em 28 municípios paulistas.