Aportes das distribuidoras da Neoenergia entram no rol de projetos prioritários

Concessionárias que atendem BA, PA, PE e RN tiveram investimentos para o próximo ano planificados em R$ 2,2 bilhões

O Ministério de Minas e Energia aprovou como prioritários os programas de investimentos das subsidiárias do Grupo Neoenergia na Bahia, Pernambuco, parte da Paraíba e Rio Grande do Norte, visando a modernização e expansão da rede de distribuição energética das respectivas regiões.

Os investimentos planejados para 2020 são de aproximadamente R$ 2,2 bilhões, sendo R$ 1,3 bilhão por parte da Coelba, R$ 595 milhões pela Celpe e R$ 297,6 milhões por parte da Cosern.

Com a declaração, as concessionárias poderão realizar a emissão de debêntures de infraestrutura para financiar os investimentos, com vantagens fiscais aos investidores. O projeto não poderá abarcar obras do Luz para Todos e financiadas por terceiros.